Postagens

Mostrando postagens de 2014
Imagem
Eólicas: para quem, para quê, como? Eólicas no Ceará seguem no sentido oposto ao esperado em relação às renováveis: promovem conflitos com as comuni- dades costeiras, devastam dunas e aterram lagoas, um enor- me desserviço, inclusive à causa da busca de tecnologias que podem ajudar a nos livrar do impasse fóssil. Há poucos dias, uma pessoa muito querida, minha "filhota acadêmica" Juliana Oliveira, publicou a foto ao lado, que acredito tenha sido tirada lá pelo litoral de Trairi, que tem as belas praias de Mundaú, Flecheiras, Guajiru... Juliana trabalhou comigo no seu mestrado, avaliando precisamente a possível influência da variabilidade climática interanual sobre a geração eólica. Concluiu que relações bem conhecidas entre o estado dos oceanos tropicais e a chuva sobre o norte do Nordeste (que se concentra em poucos meses do primeiro semestre) também aparecem em relação aos ventos. Anos com El Niño no Pacífico e/ou "dipolo positivo" no Atlântico (a gro
Imagem
Conselho P Pescador  adicionou 4 novas fotos. Na noite de ontem, 17, aconteceu o lançamento do documentário "Vento Forte", uma realização do CPP e parceiros com a Arte e Movimento. Pescadores e pescadoras d e todo Brasil se juntaram a entidades parceiras, a representantes da CNBB e do governo para acompanhar a primeira exibição pública do filme. A produção sensibilizou e emocionou os presentes ao levantar casos de violência aos direitos humanos que estão passando diversas comunidades pesqueiras do país. Confira algumas falas do momento: "O resultado desse documentário é a junção de instrumentos muito importantes para essa luta" - diretora do filme, Patrícia Antunes, da Arte e Movimento. "Esse filme é um instrumento de denúncia, e de luta. É importante que toda sociedade tome consciência do que vem acontecendo. Ele deve servir de instrumento de luta para fazer os direitos acontecerem" - Maria José Pacheco (CPP) "A gente agr
Imagem
Carta Denuncia das Comunidades prejudicadas pela implementação do Complexo Eólico Baleia/CE :: Instituto Terramar  adicionou 4 novas fotos. :: Carta Denuncia das Comunidades prejudicadas pela implementação do Complexo Eólico Baleia/CE :: No dia 26 de setembro de 2014 na localidade de Barrento em Itapipoca/CE aconteceu a audiência pública para apresentação do Complexo Eólico Baléia, constituindo de seis parques eólicos. O processo foi marcado por desrespeito e negação do direito de participação popular, e de acesso às informações relevantes sobre o empreendimento e seus impactos reais sobre a vida das comunidades tradicionais costeiras. Mesmo com a presença da Secretaria de Meio Ambiente do Ceará, que deveria mediar a discussão e ajudar as comunidades a compreender e opinar sobre o projeto, o que se notou foi a dominação do debate pelos representantes do Consórcio Grupo Baleia, formado por Furnas e FIP Caixa Milão e responsável pelo empreendimento. Além

Nem tudo ainda está perdido

Eliton Meneses  com  Julio Ferreira de Souza  e  outras 19 pessoas 9 h  ·  Fortaleza  ·  Editado  ·  Depois de quase três anos, com o coração partido, eis que chegou a hora da partida. Saio de Aracati com uma mala carregada de saudade. Saio às pressas, sem tempo de me despedir. Melhor assim. Não sou afeito a despedidas. Devo muito a essa terra. Muitos amigos, a melhor fase da minha vida profissional, alguns lampejos (raros) de inspiração, o encontro com a luta social, o reencontro com a igreja de Cristo... Devo muito a Aracati. Não vou listar os amigos, seria injusto não mencionar todos. Sentirei falta do futebol da quarta na praça, do bate-papo do café entre uma audiência e outra, das muitas e muitas pessoas que tive o prazer de atender, com as quais mais aprendi do que ajudei, dos companheiros de trabalho, daqueles que tive a honra de visitar na prisão, daquela senhora que lacrimejou quando eu disse que era meu último dia na terra dos bons ventos... Em Aracati aprend

Mais um caso de criminalização das pessoas que lutam por direitos no Cumbe

Victor Souza 12 h  ·  olá meus caros e estimados amigos,é com muita indignaçãoo que eu vou repassar para vocês,que apoiam e se solidariza com os pequenos oprimidos, com os casos de injustiças e imoralidade daqueles que se atém do poder do dinheiro e a influência sobre órgãos mantidos pelo governo representados por aqueles que nós classe pobre e maioria ajudamos a colocar lá com nossos votos. Uma boa parte da população do ARACATI, e das proximidades já conhecem a historia dos transtornos ocasionados pela pela forma que esta sendo implantado com o aval dos órgãos competentes empreendimentos como a carcinicultura e ETC... é do conhecimento de todos que desde nossos antepassados, PAIS AVÔS BISAVÔS e assim por diante, que se mantiam da pesca e cata de caranguejo.De existências de barracas em portos para guardar suas armadilhas de pescas e guaridas quando a maré de pesca acontece pela noite.Uma instalação inofensiva construidas com AGAROBAS e coberta com PALHA DE COQUEIRO .m

Energia eólica

Imagem
Direito em Movimento  adicionou 11 novas fotos. Parques eólicos no Ceará: energia limpa, jogo sujo com o povo. "Energia limpa, em cima, porque em baixo é sujeira" Essa foi a frase que ouvi de uma pescadora em  Acaraú, falando sobre a implantação de um parque de energia eólica em sua comunidade. Os parques eólicos mudaram a paisagem na zona costeira do Ceará. De Icapuí à Camocim, os grandes cataventos marcam as dunas do litoral do nosso estado. Sob um discurso de energia limpa, a implantação desses parques desrespeitas direitos de trabalhadores/as rurais, pescadores/as, as organizações comunitárias e o meio ambiente. Por trás desses moinhos de vento, um gigantesco processo de grilagens de terras e especulação, que vem sendo investigado em vários procedimentos do Ministério Público Federal e Estadual. Grandes empresas - diversas multinacionais, outras "de fachada" - se apropriam do território e expulsão famílias de onde sempre viveram.
Imagem
15/07/14 OAB-CE | OAB-CE e Renap discutem sobre proteção dos defensores de Direitos Humanos Share on facebook Share on twitter Share on email Share on pinterest_share More Sharing Services 0   Fonte: Ordem dos Advogados do Brasil do Ceará OAB-CE e a Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares-RENAP-CE realizaram, na tarde desta segunda feira (14), na sede da Seccional, o Seminário Sistema de Justiça e Proteção a Defensores de Direitos humanos. O seminário fez parte da Semana da Campanha Linha de Frente: Defensores de Direitos Humanos. A campanha tem como objetivo sensibilizar a opinião pública sobre a  situação das pessoas que estão com suas vidas em risco ou que são criminalizadas por defender direitos garantidos pela Constituição Federal. O membro da Comissão Nacional de Acesso à Justiça da OAB, Rodrigo de Medeiros, falou da importância da Ordem em lutar por essa causa. “Nós queremos colocar essas situações para a OAB, para a entidade somar e atuar, não permitind
Imagem
28/07/2014 - 19:03 Debate sobre meio ambiente deve ser politizado, defendem movimentos sociais Mais de 140 representantes de diferentes grupos de todo o país discutem desigualdade e racismo em encontro da Rede Brasileira de Justiça Ambiental Por Daniel Santini* | Categoria(s):  Notícias     Enviado especial a Belo Horizonte (MG)  – Na porta do auditório onde estão os mais de 140 participantes do VI Encontro Nacional da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, Paulo Roberto Martins, da  Renanosoma,  conversa com Pedro Raposo da Silva, do  Conselho Indígena de Roraima . O primeiro é um pesquisador de São Paulo especializado em nanotecnologia, crítico à forma como essa tecnologia está sendo implementada no Brasil. O segundo é integrante do movimento indígena de Roraima, um dos mais ativos do país na mobilização contra a ofensiva aberta pelo Congresso Nacional contra direitos indígenas,  considerada a pior dos últimos 25 anos . Diversidade marcou encontro. Participantes d