Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Quilombo do Cumbe - Nenhum Quilombo a menos em Aracati, no Ceará e no Brasil

Imagem
Quilombo do Cumbe - Nenhum Quilombo a menos em Aracati, no Ceará e no Brasil! Dos fatos A comunidade quilombola do Cumbe, localizada a 12 quilômetros da sede de Aracati, vem enfrentando uma guerra desleal contra a aliança de setores conservadores empresariais e políticos daquela importante cidade litorânea. O Cumbe não é a primeira comunidade quilombola a enfrentar esses grupos conservadores, representantes de forças econômicas e políticas locais. No momento, várias comunidades quilombolas país afora enfrentam esses grupos. O inimigo Natural e o inimigo inesperado! Primeiro é bom lembrar que essas comunidades quilombolas vêm sendo vítimas de ataques em várias frentes! O DEM, um dos partidos representante da elite agrária nacional, e, portanto, um inimigo natural, entrou com uma ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF onde questiona a constitucionalidade do decreto 4887/03, que regulamenta o procedimento de titulação dos territórios quilombola. O DEM quer o fim da titu
Imagem

GRITO DOS EXCLUÍDOS DA DIOCESE DE LIMOEIRO DO NORTE 2017

Imagem
CARTA DOS MOVIMENTOS POPULARES  ARACATI 07 DE SETEMBRO DE 2017 NÓS MOVIMENTOS POPULARES DE ARACATI: QUILOMBOLA, SEM TETO SEM TERRA, COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE, SINDICATOS, INTEGRANTES DA ORGANIZAÇÃO POPULAR – OPA, DESDE ABRIL DE 2009 ESTAMOS ORGANIZANDO E MOBILIZANDO O POVO NUM PROCESSO DE LUTA CONTRA OS GRANDES EMPREENDIMENTOS DO AGROHIDRONEGÓCIO QUE VEM DEIXANDO A POPULAÇÃO DA NOSSA REGIÃO SEM ÁGUA POTÁVEL, CAUSANDO DIVISÃO NAS COMUNIDADES, MORTE DO MANGUEZAL, DESTRUIÇÃO DOS CARNAUBAIS, ATERRAMENTO DE LAGOAS, PRIVATIZANDO OS ESPAÇOS COLETIVOS. POR TUDO ISSO DENUNCIAMOS E REPUDIAMOS, TODA A REPRESSÃO, PERSIGUIÇÃO, ARBTRARIEDADE, AÇÕES AGRESSIVAS, TANTO DO PODER PÚBLICO E JUDICIÁRIO, QUANTO DA POLICIA DE ARACATI E REGIÃO, AOS MOVIMENTOS POPULARES, NA TENTATIVA DE NOS CRIMINALIZAR E BARRAR NOSSA LUTA. TAMBÉM ANUNCIAMOS E REAFIRMAMOS, QUE CONTINUAREMOS UNIFICADOS (AS), ORGANIZADOS (AS) E ORGANIZANDO, A CLASSE TRABALAHDORA, DO CAMPO E DA CIDADE, NA LUTA POR MORADIA DIGNA, T
Imagem